A capa original que substituiu a “capa do banheiro”. No Brasil, o disco teve o título traduzido para “O Banquete dos Mendigos”
Em 1968 os Stones lançaram um de seus melhores discos: Beggar’s Banquet, que foi saudado pela crítica da época como uma volta às raízes depois do experimentalismo que a banda vinha desenvolvendo em seus discos anteriores, culminando com a psicodelia de seu disco anterior, Their Satanic Majesties Request. 
Os ensaios para gravação do disco começaram em fevereiro de 1968 nos estúdios R.G. Jones (Morden) em Surrey, e as gravações para Beggar’s Banquet foram feitas entre março e junho de 1968 no Olympic Studios em Londres e marcam a estreia de Jimmy Miller como produtor dos Stones, cargo que ocuparia até o disco Goat’s Head Soup.  
Na época das gravações do disco, os problemas de Brian Jones com as drogas já se mostravam mais aparentes, como Mick fala em According to The Rolling Stones: “Brian na verdade não participou de Beggars Banquet, a não ser por um pouco de slide em ‘No Expectations’; foi a única coisa que ele tocou no disco inteiro. Ele não vinha para as gravações, não estava muito bem. Acho que, na realidade, a gente nem queria que ele aparecesse”. 
No mesmo livro, Keith acrescenta: “Ficamos muito contentes por Brian não participar de Beggars Banquet porque quando ele não estava, a gente podia realmente continuar nosso trabalho”.
Muito embora o disco estivesse finalizado em julho e seu lançamento fosse previsto para o final desse mês, a gravadora Decca, assim como sua subsidiária americana London Records, se negaram a lançar o disco com a capa original, que trazia a foto de uma parede de banheiro com desenhos e dizeres considerados obscenos, o que acabou atrasando seu lançamento devido a essa controvérsia.  

A capa censurada (com fotografia de Barry Feinstein). Ela voltou a ser usada em uma reedição de 1984

Assim, antecipando o lançamento de Beggar’s Banquet, o compacto de Street Fighting Man (com No Expectations no lado B) foi lançado em 31 de agosto de 1968 nos EUA, e rapidamente se tornou um dos itens de coleção mais caros dos Stones. A raridade deste disco está no fato de que o compacto foi recolhido também por causa da capa, considerada inapropriada pela London Records, além da canção ter sido banida das rádios americanas devido à tensão política da época, e por ser considerada “subversiva”. Atualmente existem de 10 a 18 cópias conhecidas, sendo que cada uma pode valer até US$ 18.000,00.
Uma curiosidade: o único cover do disco, Prodigal Son, foi gravada originalmente por Robert Wilkins em 1929 com o título “That Ain’t No Way to Get Along“. Wilkins também gravou um ano antes a primeira música com o título “Rolling Stone“. 
Durante as gravações de Beggar’s Banquet, o diretor francês Jean-Luc Godard acompanhou e filmou a evolução de Sympathy For The Devil, o que resultou no filme One Plus One (também conhecido por Sympathy For The Devil), lançado em novembro de 1968.

Para o lançamento do disco, os Stones promoveram em 5 de dezembro uma festa no Bar 190, localizado no Gore Hotel em Londres, que acabou em uma guerra de tortas entre os presentes, como se pode ver no vídeo abaixo.

Para os interessados, disponibilizamos abaixo o bootleg Studio Outtakes and Rarities vol. 4 – 1968, que são 3 CDs que cobrem o período das gravações de Beggar’s Banquet, remasterizado por Teague Raw, usuário do fórum IORR. O arquivo, a exemplo do que disponibilizamos ontem, traz as melhores gravações disponíveis, com excelente arte de CDs e capas. 

Parte 1 Parte 2 Parte 3 Parte 4

Fontes consultadas:
Stones on Decca webpage 
The Rolling Stones Complete Recording Sessions 1962-2012, Martin Elliott
The Complete Works of the Rolling Stones 1962-2013, Nico Zentgraf
The Rolling Stones: Gravações Comentadas e Discografia Completa, Ed. Larousse, 2009
According to The Rolling Stones – A banda conta sua história, Ed. Cosac e Naify, 2011
Life, Keith Richards com James Fox – Ed. Little, Brown and Company, 2010
Rolling Stone Magazine
Fonte dos bootlegs: It’s Only Rock’n’Roll Fan Club of Europe


Os colecionadores ou pessoas que querem edições legais com outtakes podem procurar no mercado o Real Alternate Album Beggar´s Banquet, que tem 4 lps mais dois cds. Ou a caixa  com 4 cds chamada Just Listen to the Complete Beggar´s Banquet Outtakes.

Comentários

comentários