O documentário Every Night’s a Saturday Night-The Bobby Keys Story narra a vida do saxofonista texano, que entrou para a história do rock and roll por seu trabalho com os Rolling Stones. Keith Richards, Charlie Watts, Ronnie Wood, Mick Taylor e Lisa Fischer e mais um monte de gente aparecem dando depoimentos sobre Bobby, que morreu em 02 de dezembro de 2014. O filme está sendo exibido em Austin, no Texas, e há expectativa que saia uma edição em DVD em breve.

“Bobby Keys não é o melhor saxofonista do mundo. Ele é o melhor saxofonista de rock and roll do mundo”, diz Charlie Watts a respeito do amigo. E essa parece ser a opinião geral sobre ele. Dificilmente alguém poderá superá-lo. Seus solos de sax em canções como Brown Sugar e Can´t You Hear me Knocking nunca serão esquecidos.

Foto: Eric England

Além de trabalhar com os Stones, Bobby também emprestou seu talento para Chuck Berry, Carly Simon, John Lennon, Sheryl Crow e uma infinidade de gente, inclusive tendo tocado com Keith Richards em seus projetos solo.

Aliás, Keith e Bobby nasceram no mesmo 18 de dezembro de 1943. Eles foram separados apenas pelo Oceano Atlântico, já que um estava no Texas e outro na Inglaterra. A primeira contribuição de Bobby para os Stones foi em Live with Me, do álbum Let it Bleed, de 1969.

Depois disso ele seguiu trabalhando com a banda até ser afastado por Mick Jagger por causa dos seus abusos com drogas e bebidas (lembram do banho de champagne Dom Pérignon?). O perdão definitivo só veio em 1981, quando ele passou a ser efetivo novamente nos concertos dos Stones, embora sua presença nos discos tenha sido praticamente nenhuma a partir de então.

Lendas e histórias de Bobby Keys

As histórias e lendas em torno de Bobby Keys são intermináveis. E o documentário Every Night’s a Saturday Night-The Bobby Keys Story conta parte dessa vida dedicada ao rock and roll. Por enquanto, só nos resta esperar que o DVD seja lançado, o que é possível que ocorra no fim do ano ou no começo de 2019.

Leia artigo do jornal Texas Standard sobre o filme clicando aqui. Por restrições de região, não há como incorporar o vídeo do trailer, mas clique aqui para assisti-lo. O filme é inspirado no livro de mesmo nome lançado em 2012.

 

 

 

https://vimeo.com/74396712

Comentários

comentários