Foto Isy Araf



Por Isy Araf, de Viena
O dia começou com um passeio pela cidade de Viena. Pelas 16h, quando começamos a nos dirigir para o Ernst Happel Stadium, nos deparamos com um grande grupo de pessoas esperando na frente de um hotel. Não é preciso ser um gênio para descobrir que o hotel era o dos Stones.
Como muitas vezes acontece, os fãs também estavam na saída dos fundos do hotel. E poucos minutos depois saíram Charlie, Keith e Ronnie, cada um em um carro diferente, e se dirigiram para o estádio. O único que faltava era Mick e depois de cerca de meia hora, juntamente com a sua bela filha Georgia, ele também deixou o hotel, cumprimentando brevemente os fãs. 
O estádio, pouco antes do início do show, estava cheio. O concerto foi ótimo, os Stones são os deuses do rock! O set list para nós, fãs, foi desastroso, se considerarmos que as duas músicas que deveriam ter sido as surpresas foram Angie e Get Off Off My Cloud! Os destaques da noite, como tem sido frequente, foram Out of Control e Midnight Rambler. Mas a banda foi grande durante todo o concerto. Sinceramente, não esperava que o público austríaco estivesse tão entusiasmado e às vezes estava delirando.
Você tem que dizer algo sobre Keith, Mick, mas não há “mais adjetivos”. Keith parece uma outra pessoa, parece renascer. Correu pelo palco, sorriu, soou muito bem! Ele também conseguiu, pela primeira vez nesta turnê, cantar bem Can´t be Seen. Ele mostra em seu set uma grande voz, que melhora com a idade.
Gostaria de confirmar o que foi dito no rewiew anterior no que diz respeito à forte amizade entre os rapazes. Estão se divertindo muito. No final houve um abraço espontâneo entre Mick e Keith, o que não se via há anos. Para mim, foi um dia muito cansativo, mas valeu a pena.

Credito: The Rolling Stones

Comentários

comentários