Nós terminamos a leitura do livro Los Rolling Stones en Perú, de Cucho Peñaloza e Sergio Galarza. O livro é um imenso esforço de investigação, que tenta resgatar as passagens de membros dos Stones pelo Perú, onde a banda nunca tocou.
Primeiro, o livro narra as aventuras de Mick, Keith e Anita pelo país durante visita de 1969, depois que o trio passou pelo Brasil (Marianne não foi ao Perú. Regressou para a Inglaterra antes de o trio rumar para o país vizinho). Na época, o trio escandalizou os peruanos, quase da mesma maneira que chocou os brasileiros, por sua vestimenta e forma descontraída de viver. O resultado disso foram as expulsões dos hotéis Crillón e Bolívar. Há fotos do trio caminhando por Lima, com malas nas mãos, procurando hotel.
A seguir, Los Rolling Stones en Perú conta a passagem de Mick Jagger pelo país, quando ele participou das filmagens do filme Fitzcarraldo, de Werner Herzog, rodado na amazônia peruana. O projeto acabaria sendo abandonado depois que parte do elenco abandonou o parco. Os autores conversaram com várias pessoas que encontraram Jagger na época e tentam resgatar a história, separando o que é verossímel do que não é.
Bernardo Peñaloza (Cucho) é um grande hard core fan dos Stones, que rodou atrás da banda durante suas tours desde 1989. É um fã autêntico, colecionador, daquelas pessoas que dedicam grande parte de suas vidas à tentar manter viva a paixão pela maior banda de todos os tempos.
Cucho tem poucos exemplares do livro disponíveis para venda, mas quem quiser uma cópia autografada pode nos escrever que colocamos em contato com o autor. O livro também está à venda pela Lenoir, de Barcelona. Trata-se de uma loja séria e que tem sempre ótimo material sobre os Stones. O link para a Lenoir: http://www.lenoir.es/los-rolling-stones-peru-p-670.html

Comentários

comentários