Em 5 de julho de 1969, os Stones fizeram no Hyde Park de Londres um show gratuito que atraiu um público que foi estimado entre 250 mil a 500 mil pessoas. A abertura do show ficou a cargo das bandas King Crimson, Family e Alexis Korner’s New Church, entre outras.
Em seu maior show até então (superado pelo show que a banda fez na praia de Copacabana, em 18 de fevereiro de 2006, com um público estimado em aproximadamente 1,5 milhão de pessoas), o plano inicial da banda era o de apresentar seu novo guitarrista, Mick Taylor, que substituíra Brian Jones. Uma matéria do jornal New Musical Express, publicada em 14 de junho de 1969, anunciava esse show, que até então não tinha local definido.
A inesperada morte de Brian Jones, ocorrida três dias antes do show, fez com que o evento se transformasse mais em um tributo à sua memória do que para apresentar o novo guitarrista.

Em homenagem a Brian, Mick iniciou a apresentação lendo os versos 39 e 52 do poema Adonais: An Elegy on the Death of John Keats, Author of Endymion, Hyperion, etc., que foi escrito por Percy Shelley em 1821 em homenagem póstuma ao famoso poeta inglês.

Em According to The Rolling Stones, Keith diz que “o show no Hyde Park foi muito bizarro. Por um lado foi como se a banda estivesse começando de novo, mas, em vez de ser no Crawdaddy ou algum outro lugar desses, estávamos estreando com um cara novo pela primeira vez diante da maior plateia que tivéramos”. E segue: “o show do Hyde Park foi um dos piores shows que já fizemos em termos de som, mas também foi um dos mais importantes. Acho que naquele dia viramos uma página”.

De fato, o show marcou uma nova era pra banda, que com Mick Taylor alçou voos mais altos no período em que ficou conhecida como “The Greatest Rock And Roll Band in The World”, frase que era anunciada por Sam Cutler, que se tornou tour manager dos Stones após o show do Hyde Park, onde atuou como mestre de cerimônias, papel que permaneceu desempenhando durante os shows seguintes da tour de 1969 – é dele, por exemplo, a frase que abre o disco Get Yer Ya-Ya’s Out!.

Esse show marca a estreia ao vivo de Honky Tonk Women (cujo single havia sido lançado um dia antes na Inglaterra), Love in Vain e Midnight Rambler (que seriam lançadas em Let it Bleed, em dezembro de 1969), bem como de uma versão de Loving Cup, que somente seria lançada no disco Exile on Main Street, de 1972, e que foi apresentada nesse show com seu título provisório, Give Me a Little Drink.

No vídeo abaixo, Mercy, Mercy, No Expectations e Stray Cat Blues, que não aparecem na versão inicialmente lançada desse show em DVD. Em versões posteriores, elas aparecem como bonus tracks.


O setlist do show:
1- I’m Yours and I’m Hers
2 – Jumpin’ Jack Flash
3 – Mercy, Mercy
4 – Stray Cat Blues
5 – No Expectations
6 – I’m Free
7 – Down Home Girl
8 – Love In Vain
9 – Give Me a Little Drink (Loving Cup)
10 – Honky Tonk Women
11 – Midnight Rambler
12 – (I Can’t Get No)Satisfaction
13 – Street Fighting Man
14 – Sympathy For The Devil
Para os interessados em baixar o show completo, basta acessar este link, que direciona para um bootleg do show que foi disponibilizado pelo fórum IORR.

Comentários

comentários