O cenário é o mesmo em todos os lugares. Milhares de ingressos para os concertos dos Stones somem em espaços de tempo inacreditáveis. Em Paris, 75 mil entradas foram vendidas em menos de uma hora. Em Lisboa, já foram mais de 70 mil dos 90 mil bilhetes comercializados e o panorama é igual em todos os recitais. Já em Zurique, na Suíça, foram 50 mil bilhetes “devorados” pelos fãs.  E estamos falando de shows que ocorrerão daqui a dois meses.
A situação foi a mesma em todos os shows da Ásia e na Oceania, esta última etapa ainda terá datas remarcadas. Isso lembra um promotor de shows português que disse tempos atrás que os Stones já não eram para grandes shows e sim para espaços menores, engano que ele mesmo se obrigou a fazer engolir, porque é o mesmo senhor que agora os leva para Lisboa de novo para tocarem diante de plateia histórica.

Comentários

comentários