O sucesso de Blue and Lonesome é tão grande que tem sido difícil até de medir. Além de o álbum ter chegado à casa de quase 1.5 milhão de discos vendidos, o que para o mercado atual é um resultado muito bom, ele está em posição de destaque entre as gravações mais vendidas em todo o mundo. Nos charts de blues, da Billboard, o novo disco dos Rolling Stones está em primeiro lugar e há oito semanas figura entre os top. Na lista da Billboard há grandes nomes do gênero, como Joe Bonamassa, Eric Clapton e Buddy Guy.

Gravado ao vivo dentro do estúdio, apenas com Mick, Keith, Ronnie, Charlie e Darryl (Chuck acrescentou piano posteriormente), Blue and Lonesome soa visceral, como os originais que inspiraram os Stones no começo. Em entrevista recente ao The Sun, Mick Jagger comentou esta volta às raízes.

“Este álbum é uma homenagem aos nossos artistas favoritos. Eles foram a razão pela qual começamos a banda”, disse Jagger. “Era um estilo completamente diferente da música pop branca feita na época. Era muito atrevido em relação à maioria da música pop. Era mais vibrante, falava de experiências reais, os ritmos eram mais interessantes e mais dançantes. Havia um apelo instantâneo”.

Talvez a forma despreocupada como o disco foi concebido, explique em grande parta a causa do sucesso do álbum. “Certamente nada foi planejado. Nós apenas estávamos tocando umas canções de blues passando o som no estúdio. mas quando ouvimos o que tinha sido gravado, percebemos que veríamos seguir aquela ordem”, comentou Keith Richards à Vanity Fair.

Mick compara o que os Stones fizeram no começo dos anos 1960, com a juventude dos tempos atuais. “Para nossa geração era o mesmo que crianças brancas suburbanas fazendo rap”, referiu.

Você pode comprar Blue and Lonesome na loja de Stones Planet Brazil.

Blue and Lonesome lidera o chart de blues da Billboard há oito semanas. Disco é um imenso sucesso em todo mundo

 

Comentários

comentários