A imagem do pôr do sol sobre o Sun Devil Stadium nunca saiu da minha cabeça. No palco, em um estádio completamente lotado, os Stones entoavam Beast of Burden.  Com uma guitarra ligada num pedal phase, o som tinha o efeito perfeito para a imagem aérea inebriante, que mostrava, além do estádio, as montanhas em torno de Tempe (Arizona). O filme Let´s Spend the Night Together compôs meu imaginário sobre os Rolling Stones, que naquela altura do campeonato eram completamente inacessíveis para um pirralho do Sul do Brasil.

Tudo era perfeito, era fantástico. A performance da banda era ao mesmo tempo feroz e doce. O Pra Começo de Conversa, capitaneado pelo stoneano Cunha Júnior, na TVE-RS, ajudou muito a alimentar minhas fantasias sobre os shows dos Stones, pois não tínhamos home vídeos na época e a televisão era o único meio de acesso a estas cenas. 

O Central Rock, apresentado pelo Ricardo Barão, na Rádio Ipanema FM, foi outro responsável por tornar minha loucura em torno dos Rolling Stones e da tour de 1981 algo digno de camisa de força. Os especiais que ele fazia das 22h à 0h, todos os sábados, muito seguidamente rodavam o bootleg do show de Hampton, um LP triplo, que era completamente impossível de conseguir. Era complicadíssimo e caríssimo comprá-lo. O “happy birthday” para Keith Richards e todo aquele som sensacional faziam eu viajar, sonhar e imaginar como seria estar num show dos Rolling Stones.

Com os anos eu fui ter acesso a todos os bootlegs. CDs, VHS, DVDs, LPs e tudo o que aparecesse. Mas o lançamento do Let´s Spend the Night Together em DVD oficial, o que ocorreu em 2010 pela Lions Gate Entertainment, preencheu uma lacuna, que os velhos VHS não conseguiram corresponder. A partir dali tínhamos som e imagem de alta qualidade.

Mais adiante, em 2012, os Stones, em parceria com a Eagle Rock, lançaram a coleção From the Vault e com ela veio o show de Hampton 1981. Tudo que a gente via e escutava em bootlegs, agora tinha “ficado sério”.  Isso tudo era tão fenomenal, foi sonhado por tantos anos, que quando o concerto saiu oficialmente parecia mentira. Meus velhos bootlegs tinham virado peça de museu.

Show de Leeds 1982 está à venda na loja de Stones Planet Brazil por R$56,00

Em novembro de 2015, novamente em parceria com a Eagle Rock e integrando a coleção From the Valt, foi lançado o show de Leeds 1982. Isso foi o mais inacreditável de tudo. Os bootlegs que se tinha eram incompletos e com som e imagem precários. E finalmente tivemos o show inteiro! Na tour europeia de 1982 houve a estreia de Chuck Leavell no piano dos Stones. Até hoje ele segue com a banda.

Voltando ao passado e lembrando de todas as pessoas que disseram ter virado fãs dos Stones por causa do Tattoo You (disco de 1981) e das tours de 1981/1982 acho que quase com certeza posso afirmar que essa foi a digressão que mais apaixonados trouxe para os Stones. O disco Still Life, que registra a tour norte-americana de 81, com toda certeza se soma a todos esses discos e vídeos mencionados, como um dos mais importantes para a formação de novos fãs.

A fase norte-americana teve 50 shows, com mais de 3 milhões de ingressos vendidos. Na época, foram arrecadados US$ 50 milhões, um recorde total para aqueles tempos. Todos os shows tiveram 100% de ocupação. A perna europeia teve 32 apresentações com êxito similar. 

Se você ainda não é um fanático pelos Rolling Stones, fica a dica. Dê uma ouvida e assistida nos discos e dvds da tour de 1981/1982. Isso vai mudar sua vida!

Canções tocadas na tour de 1981:
“Under My Thumb”
“When the Whip Comes Down”
“Let’s Spend the Night Together”
“Shattered”
“Neighbours”
“Black Limousine”
“Just My Imagination (Running Away with Me)”
“Down The Road Apiece” (played 26–27 September; 3, 5 & 9 November)
“Mona” (played only 26 September)
“Twenty-Flight Rock”
“Going to a Go-Go” (first played in Louisville, KY, November 3)
“Let Me Go”
“Time Is on My Side”
“Beast of Burden”
“Waiting on a Friend”
“Let It Bleed”
“Tops” (Played 25 & 27 September, and 3 October)
“You Can’t Always Get What You Want”
“Little T&A”
“Tumbling Dice”
“She’s So Cold”
“All Down The Line” (Only Played 18 Times)
“Hang Fire”
“Star Star” (Only Played 10 Times)
“Miss You”
“Honky Tonk Women”
“Brown Sugar”
“Start Me Up”
“Jumpin’ Jack Flash”
“(I Can’t Get No) Satisfaction” (played 25 September; 3 & 11 October until end of tour)
“Street Fighting Man” (played from 25 September-9 October and 26 October)

Banda 1981:

Mick Jagger – lead vocals, guitar
Keith Richards – guitar, vocals
Ronnie Wood – guitar, backing vocals
Bill Wyman – bass
Charlie Watts – drums
Additional musicians
Lee Allen – saxophone (October 1, Rockford, Illinois, and on October 3 and 4 at Folsom Field, in Boulder, Colorado)
Ian Stewart – piano
Ian McLagan – keyboards, backing vocals
Ernie Watts – saxophone
Bobby Keys – saxophone (em ‘Let it Bleed’, ‘Brown Sugar’ e  ‘Honky Tonk Women’)

Setlist tour 1982: 

“Under My Thumb”
“When the Whip Comes Down”
“Let’s Spend the Night Together”
“Shattered”
“Neighbours”
“Black Limousine”
“Just My Imagination (Running Away with Me)”
“Twenty Flight Rock”
“Going to a Go-Go”
“Chantilly Lace”
“Let Me Go”
“Time Is on My Side”
“Beast of Burden”
“Let It Bleed”
“You Can’t Always Get What You Want”
“Little T&A”
“Tumbling Dice”
“She’s So Cold”
“Hang Fire”
“Miss You”
“Honky Tonk Women”
“Brown Sugar”
“Start Me Up”
“Jumpin’ Jack Flash”
“(I Can’t Get No) Satisfaction”
*Em  julho, “Chantilly Lace” and “Let It Bleed” foram substituídas por Angie. 

Banda 1982:

Mick Jagger – lead vocals, guitar
Keith Richards – guitar, vocals
Ron Wood – guitar, backing vocals
Bill Wyman – bass guitar
Charlie Watts – drums
Additional musicians
Ian Stewart – piano
Chuck Leavell – keyboards, backing vocals
Bobby Keys – tenor saxophone
Gene Barge – alto saxophone

** As informações sobre setlist foram retiradas do Wikipedia. Pode haver imprecisão.


 

Comentários

comentários