Com um time de ótimos músicos, o show Start me Up tem quatro apresentações agendadas para os meses de maio e junho (outras podem ser marcadas em breve). São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Novo Hamburgo vão receber o espetáculo, que recria a trajetória da maio banda de todos os tempos, num show extremamente visual, com muitas trocas de figurino, que fazem você acreditar estar diante dos Rolling Stones de verdade. O guitarrista Marcelo Ceglie, que faz o Keith Richards, concedeu entrevista exclusiva a Stones Planet Brazil, em que conta novidades sobre o espetáculo.

Stones Planet Brazil – O show que estreou em São Paulo será o mesmo que viajará pelo Brasil ou haverá alguma alteração?
Marcelo Ceglie – Fizemos alguns ajustes no setlist. Por exemplo, Let’s Spend the Night Together está na primeira parte do show agora (na estreia ela foi colocada na fase de Ronnie Wood). Além disso, temos um guitarrista novo (Gabriel) e Johnny, que fazia antes o Mick Taylor, agora será o baixista. Com isso, o Ricardo Junior, que fazia o Bill Wyman, vai poder ficar concentrado na produção do show.

SPBR – Vocês tinha a intenção de viajar pelo Brasil. Esta sempre foi a ideia. Com a confirmação dos shows no Rio de Janeiro, Porto Alegre e Novo Hamburgo, dá um sentimento de dever cumprido?
Ceglie – Com certeza! Eu sinto a sensação de dever começando a se cumprir. Mas é como se a coisa estivesse só começando. Esses 4 shows são para dar água na boca do resto que vai rolar ainda.

SPBR – Falando agora sobre os shows em Porto Alegre e Novo Hamburgo. Há uma sensação de que há mais roqueiros e fãs dos Stones no Estado, especialmente na região metropolitana de Porto Alegre, no Vale dos Sinos (onde fica Novo Hamburgo) e na Serra. Será que isso é verdade?
Ceglie – Eu estive no Sul do País apenas uma vez, quando toquei em Brusque-SC, mas não era um projeto de Rolling Stones. Mesmo assim deu para sentir um pouco disso. As pessoas eram mais ligadas mesmo no rock and roll comparando até mesmo com São Paulo. Em relação a Porto Alegre, a imagem que eu tenho é de que as pessoas são apaixonadas mesmo por rock e principalmente pelos Stones. Eu me arrependo muito de não ter assistido ao show da Olé Tour no Beira-Rio. Por tudo isso a minha expectativa é enorme para os dois shows no Rio Grande do Sul. 

SPBR – O show Start me Up tem uma estrutura grande, com muitos figurantes, troca de figurinos, vários instrumentos. O show que vai viajar terá a mesma estrutura?
Ceglie – A estrutura realmente é muito grande. Só eu uso 4 guitarras, 2 violões e tenho 4 trocas de figurino. Nossa maior dificuldade é levar todos instrumentos. Nossa intenção é levar tudo. Estamos fazendo de tudo para levar o show completo!

SPBR – Porto Alegre e arredores é famosa por ter “gurias” muito bonitas. Vocês estão todos solteiros, as meninas podem ter esperanças ou são todos comprometidos?
Ceglie – Já ouvi falar muito das lindas gurias gaúchas. Eu estou solteiro. Tenho a esperança de conhecer as gaúchas (risos). Agora, o resto da banda aí é com eles (risos).

SPBR – Há momentos do show em que tudo é muito realista. Por exemplo, com o jogo de luzes, você tem a impressão de estar vendo mesmo Brian Jones no palco. Como é esta sensação para quem está tocando? Tipo, tu olhas para o lado e tens o “Brian” tocando contigo.
Ceglie – Para ser sincero eu me divirto o show todo passando por todas as fases. Todas são difíceis para ser sincero. Sair de um personagem e entrar em outro na troca de fases é um grande desafio. Em questão de minutos saio do Keith de terno dos anos 1960 e mergulho nele doidão no Rock and Roll Circus. É um grande desafio. Mas com certeza a fase do Circus é minha fase preferida do show.
Essa cena do Brian realmente impressiona demais. Eu mesmo sabendo que isso iria acontecer fiquei muito emocionado na hora. Foi meio que eu no palco tocando, olhando para o lado e pensando: “caraaalho é o Brian Jones ali … puta que pariu”! Fiquei até arrepiado agora aqui lembrando do momento.

SPBR – Amigos de vários lugares, como Norte e Nordeste perguntam se o show irá para lá. E aí? Irá?

Ceglie – Nós pretendemos levar esse show para todo o Brasil. Fiquem de olho porque com certeza em breve teremos muitas novidades!

Serviço do show:

São Paulo – 05 de maio – Teatro Bradesco
Rio de Janeiro – 12 de maio – Teatro Bradesco
Porto Alegre – 15 de junho – Teatro Bourbon Country
Novo Hamburgo – 16 de junho – Teatro da Feevale

APOIO: Stones Planet Brazil.

Ingressos à venda AQUI.

 


Comentários

comentários