Com 57 anos de estrada, os Rolling Stones sabem a hora de brilhar. Nova York é o centro do mundo e os concertos realizados lá definem a reputação dos artistas e o futuro de uma tour ou disco. Críticas recebidas no New York Times, por exemplo, têm um peso muito maior do que em qualquer outro jornal. Desta maneira, Sir Mick Jagger conduziu a banda em duas apresentações colossais no MetLife Stadium, em East Rutherford-NJ, a 40 minutos de ônibus de Manhattan.

A No Filter Tour 2019 começou muito bem em Chicago. Na terra do blues elétrico norte-americano, a banda se puxou para largar em alto nível e fazer jus à reputação de maior banda de rock (e de blues) do mundo. Nós estivemos lá para conferir as duas noites no Soldier Field. Mas sabíamos que os Stones poderiam dar ainda mais. Com a sequência dos shows, o nível foi ficando ainda maior.

Foto: Alex Carvalho

Stones On fire

Pelos relatos vindos de New Jersey, de amigos que estavam lá como Alex Carvalho, Rafael Guimarães, Fernando Kfouri, Carmen Kfouri (e o filho do casal, João) e Dani Meira a banda incendiou o MetLife Stadium, que lotou duas vezes com cerca de 60 mil fãs em cada noite.

Espertos e sabendo que a última impressão é que a fica, os Stones fizeram um show mais tradicional no dia 01 de agosto, com um setlist bem conservador para agradar ao grande público. Ontem, dia 05 de agosto, eles deram aquilo que os fãs queriam (e certamente a imprensa de NYC, que já assistiu dezenas de shows dos Stones), incluindo temas menos batidos, mas sensacionais. Harlem Shuffle, Monkey Man e Let it Bleed foram incluídas no set, o que elevou o concerto a um nível extraordinário.

Os Stones têm material para cinco ou seis concertos repletos de grandes canções clássicas, o que nenhuma outra banda no mundo é capaz. No entanto, usualmente os sets têm os mesmos 12 warhorses e de seis a sete temas que possuem relativa variação. Os Stones sabem quando podem ou não arriscar.

Foto: Dani Meira

Assim como concertos em Londres ou Paris, os shows em Nova York têm mais repercussão. E a banda usa e abusa disso. Todos os 120 mil fãs que assistiram aos Stones no Metlife Stadium voltaram para casa com 100% de satisfação. E mundo inteiro vai saber disso.

Como está cada um dos Stones

Sobre os shows mais especificamente, desde Chicago nós notamos que Keith está mais concentrado. Está preocupado em tocar o melhor que pode, sem menos socos no ar e passeios pelo palco. De acordo com os amigos que foram ao show de ontem, a evolução é notória.

Mick segue firme e forte, como se nada tivesse acontecido. Ele corre menos pelo cenário, dança mais e mexe mais os braços, mas hipnotiza a plateia completamente. Ronnie segue sendo um showman, divertido e bastante mais centrado depois de dar uma segurada na bebida. Charlie Watts segue sendo o porto seguro dos Stones. A banda sabe que ocorra o que ocorrer, ele vai estar ali dando pancadas na bateria e segurando o ritmo.

Foto: Dani Meira

Backing band

Nota de destaque para Darryl Jones, que está tocando mais do que nunca. Os solos dele em Miss You estão a cada dia mais sofisticado e cheios de feeling.

Sasha Allen cresceu desde seu começo com os Stones em 2016, mas estacionou num bom nível vocal sem ultrapassá-lo. Ela nunca será Lisa Fischer, mas a comparação seria maldade.

Tim Ries e Karl Denson fazem o que podem para compensar a ausência de Bobby Keys (falecido em 2014). Chuck Leavell segue sendo o maestro da banda. Já Matt Clifford faz pouco mais do que tocar trompa em You Can´t Always Get What You Want e ficar batendo palmas.

Nós optamos desta vez por não fazer relatos de todos os shows. Primeiro porque entendemos que quem está no estádio é que deve escrever sobre o concerto. Por isso, fizemos farto material dos shows que vimos em Chicago e agora das apresentações de New Jersey, porque são as mais importantes e porque tivemos muitos amigos mandando material de lá. Mas sempre que acharmos interessante iremos postar atualizações.

Stones Planet Brazil nas redes sociais

Para acompanhar a tour mais de perto, show a show, sigam nossas redes sociais: Fan Page do Facebook e Grupo no Facebook. Nosso Twiter é stonesplanetBR e nosso instagram (mais voltado para a loja online) é @stonesplanetbrazil.


Comentários

comentários