Em 2009 uma notícia oriunda do site australiano Undercover causou furor no mundo do rock and roll. Charlie Watts tinha deixado os Rolling Stones e nunca mais tocaria com a banda. “Charlie Watts quits the Stones”, dizia a manchete do texto assinado pelo jornalista musical Paul Cashmere.
Os Stones negaram a informação logo depois e o mundo inteiro caiu de cacete em cima de Cashmere, que foi chamado de mentiroso para fora. O próprio blog fez críticas duras ao profissional.
Curiosos para saber o que Cashmere tinha a dizer sobre o caso, já que o desenrolar todos sabem, temos a 14 On Fire Tour em andamento, Stones Planet Brazil contatou o “periodista” para ouvir a sua versão, fazendo justiça cinco anos depois e dando chance de defesa ao australiano, que hoje é CEO do site Noise11.
Cashmere diz que a situação de Charlie foi parecida com a de Bill Wyman, que em 1991 disse que não iria continuar na banda, informação que foi fartamente negada até que em 1994 ele esteve ausente do disco e tour Voodoo Lounge. “Charlie não queria mais tocar com os Stones depois de uma tour de dois anos como A Bigger Bang, o que é um trabalho duro”, referiu Cashmere, em entrevista exclusiva a Stones Planet Brazil.
Mas a banda continuou tocando e Charlie está na estrada com os Stones. O que aconteceu, o que mudou? A resposta do jornalista é muito pertinente. “A única maneira de tê-lo em tour foi fazer com que Charlie não vivesse dentro de uma mala. Houve um acordo para que fossem feitas pequenas etapas de shows. Houve um acordo, o que não foi possível com Bill. Charlie está lá para pequenos compromissos e não para grandes tours mundiais”, referiu, acrescentando que “todos ficaram felizes com o acerto”.
A justificativa de Cashmere é bastante sensata. A barrigada imensa que em 2009 pareceu clara, cinco anos depois ganha contornos de veracidade. E realmente, os Stones não querem e não farão grandes tours mundiais, mas apenas pequenas etapas por curtos períodos.

Você pode relembrar o tema lendo artigo de Cashmere aqui.


Também é possível ler o desmentido dos Stones na época aqui.

Comentários

comentários