Ronnie Wood e Charlie Watts são os aniversariantes stoneanos de junho. O guitarrista completou 73 anos nesta segunda-feira (01/06) e o baterista fez 79 anos nesta terça-feira (02/06). É bastante improvável que ambos um dia tivessem sonhado viver aniversários pandêmicos, mas aqui estão eles (e nós todos).

Foto: Sally Wood/Instagram

Muito mais expansivo e afeito a virtualidades, Ronnie teve farta comemoração do seu aniversário pelas redes sociais. Sempre ao lado da esposa Sally e das filhas, Alice e Gracie, o Stone passou muito bem pela data, embora mantendo o distanciamento social.

Foto: Sally Wood/Instagram

Aliás, Ronnie tem sido presença frequente nas “lives” feitas por Sally no Instagram, em que ela compartilha com os seguidores dela momentos da intimidade em família, com as filhas e com o marido.  Ronnie tem aproveitado bem o isolamento provocado pelo Covid-19 para passar belos momentos com as gurias.

Charlie, como todos sabem, é bastante mais reservado. Tem havido raríssimas notícias sobre ele. Mr. Watts não tem redes sociais. Basicamente é a neta Charlotte quem remotamente posta alguma coisa sobre o avô. A última aparição pública dele foi em 25 de maio, quando Charlie e a esposa Shirley adotaram uma cadela de corrida.

Foto: Instagram

Fora isso, Charlie apareceu tocando bateria imaginária na participação dos Stones durante o One World Together, programa especial de TV transmitido para todo mundo em que a banda tocou You Can´t Always Get What You Want.

Mick e Keith também andam quietos. Jagger está em sua casa no sul da França e Richards continua em Connecticut, nos Estados Unidos.

À espera de disco novo dos Stones

Depois de lançar o single de Living In A Ghost Town, espera-se que o tão esperado disco de canções inéditas seja lançado ainda este ano. Antes disso, os Stones relançam em vinil toda a discografia da banda a partir de 1971. Os LPs estarão no mercado internacional em 26 de junho.

Dúvidas sobre a  No Filter Tour

Com relação à retomada da No Filter Tour 2020, que foi adiada sem data para ocorrer, tudo segue na mesma. É praticamente certo que não haverá shows neste ano. Fica a dúvida se ocorrerá cancelamento das datas ou se a banda tentará retomar a digressão em 2021, mas isso depende do controle da disseminação do Covid-19 e da descoberta de vacina contra o vírus.


Comentários

comentários