TODAS AS FOTOS ANDRÉ RIBEIRO/STONES PLANET BRAZIL



Por André Ribeiro
Parece impossível, mas a cada noite os Rolling Stones estão melhores, mais afiados e tocando de forma mais crua e direta. O segundo show paulistano da Olé Tour foi inesquecível. A apresentação foi de tirar o fôlego. A banda fez versões avassaladoras de velhos clássicos como Start me Up, Brown Sugar e Jumpin’ Jack Flash, emanando uma energia que há muito não se via. 
She´s a Rainbow voltou a ser tocada depois de aparecer em Santiago. Mais uma vez a canção venceu a votação dos fãs. E foi, sem dúvida, um dos grandes momentos da noite. All Down the Line foi gratíssima surpresa, recebendo versão visceral e repleta de excelentes licks. Keith estava em grande noite. Ele deu uma escorregada no riff de Before They Make me Run, mas nada fora da normalidade. Desta vez vou destacar Charlie, que sentou porrada na bateria, com todo estilo, acompanhado pela neta Charlotte, que viu boa parte do show entre a grade que separa o público e o palco.

Tocada debaixo de chuva forte, Gimme Shelter ganhou contornos épicos. Sasha Allen fez disparado sua melhor performance na canção e foi para o palco B enfrentar a água e dançar e cantar ao lado de Mick.
É difícil de acreditar, mas o Stones parece que vêm melhorando com o passar dos concertos. O show de São Paulo, ontem, certamente está no topo da Olé Tour, dividindo o título de melhor performance da banda com Rio de Janeiro e Montevidéu.
Este foi minha 16ª gig dos Stones. A sexta de 2016. Na quarta-feira, teremos Porto Alegre. A expectativa é de mais um momento histórico.

Foto: Rolling Stones.com

Comentários

comentários