A notícia da morte de Anita Pallenberg caiu feito uma bomba sobre o universo stoneano. A  informação foi divulgada pela imprensa italiana. Ainda não se tem detalhes, mas Anita tinha 73 anos e deixou dois filhos, Marlon e Angela, ambos com Keith Richards, com quem foi casada até o fim dos anos 1970.

Se alguma mulher algum dia influenciou e foi respeitada pelos Stones, sem dúvida foi Anita Pallenberg. Ao começar namoro com Brian Jones depois de conhecê-lo nos bastidores de um show dos Stones, a guria ítalo-germânica entrou na intimidade da banda tendo gigantesca interferência no destino do grupo.

A primeira influência visível foi na moda. Com seu envolvimento com Anita, Brian passou a usar roupas mais ousadas e coloridas. Era comum ver o guitarrista vestindo casacos da namorada.

No entanto, o temperamento paranoico de Brian, potencializado pelo crescente uso de drogas, fez com que a relação tomasse rumos perigosos. Brian espancava a namorada, que ameaçava deixá-lo. Depois de viagem com Anita e Keith pelo Marrocos, Brian acabou doente e foi deixado para trás. No retorno, no Bentley Continental de Keith batizado de Blue Lena, o Riffman e Anita começaram um estrondoso caso amoroso, que iria mudar a história dos Stones.

Brian nunca perdoou o casal e sua amizade com Keith foi muito comprometida. Assim como ocorreu com Jones, Richards foi imensamente influenciado por Anita, o que também ficou claro em sua vestimenta e estilo de vida. Atriz e modelo, Anita foi convidada para ser uma das amantes do personagem de Jagger em Performance.

Reza a lenda que ambos fizeram sexo de verdade enquanto gravavam as cenas mais picantes do filme e que elas foram cortadas da versão que chegou aos cinemas. Keith teria ficado morto de ciúmes, mas acabou tocando o barco.

Os filhos

Em 1969 nasceu Marlon, primeiro filho do casal, que foi criado em meio às loucuras dos pais, inclusive em Villa Nellcôte. Angela (Dandelion), nasceu três anos depois e foi criada pela avó Doris.  O terceiro filho de Keith e Anita, Tara, morreu ainda bebê enquanto dormia.

Arma e morte

Tão viciada quanto Keith, Anita passou grande parte da vida tentando ficar limpa. A gota d’água da relação do casal ocorreu em 1979, quando um garoto de 17 anos, Scott Cantrell, morreu com um tiro na cabeça disparado de uma arma de Keith. Cantrell e Anita estavam na cama, enquanto Richards gravava em Paris. Marlon estava em casa no momento da morte. Segundo o inquérito da polícia,  a morte ocorreu por suicídio.

Depois de cicatrizadas as feridas, Keith e Anita mantiveram sempre uma relação muito próxima, com ela participando de todos os eventos de família.

A informação da morte de Anita deixou Keith extremamente abalado. Como não podia deixar de ser, a notícia causou comoção entre milhões de fãs dos Rolling Stones.

 

Aqui neste vídeo a gente fala um pouco sobre a história da Anita Pallenberg. Fazemos um resumo, contando um pouco da trajetória dela com os Rolling Stones.