Eu, Andreea Chelsoi, Cristiano Radtke e Matt Lee no Woodstock, em Montevidéu.

Por André Ribeiro
Eu sempre digo que uma das melhores coisas de estar em tour com os Stones é a oportunidade de encontrar amigos que você dificilmente teria chance de ver em outra ocasião. E foi assim mais uma vez, agora do Woodstock Music Bar, em Montevidéu. Coube a este simpático pub receber a festa “oficial” dos fãs antes do show. Uma banda cover fez o trabalho de animar a noite e desde já temos agradecer muito à Andrea Arias e ao Diego Vigorito (organizadores do evento) e ao Gastón, guitarrista da banda, pela simpatia.
Eu, Alex, Cristiano, Pablo e outros novos amigos fomos ao bar pelas 22h. De cara encontrei o nosso grande parceiro Matt Lee, o britânico mais doido do mundo, que viu os Stones na primeira fila em La Plata, e sobreviveu para contar a história. É sempre muito agradável encontrar o Matt e não foi diferente desta vez.

Andreea e eu esta noite

Pouco depois chegou nossa irmã Andreaa Chelsoi, da Romênia. Ela volta e meia ganha post aqui no blog por causa das aventuras dela para ver os Stones pelo mundo, que  sempre serve de inspiração para nós todos. A guria fala espanhol muito bem, e português também. Fala e entende perfeitamente, tendo recebido o apelido de fenômena por isso. Segundo ela, o Romeno e o espanhol/português são muito similares. Ela falou romeno comigo e eu só entendi “André, internet, Facebook” e nada mais.
A gente bateu muito papo e demos muita risada. Além de tudo, o Pablo, que é vocalista da Hot Licks, cantou Brown Sugar e Satisfaction com a banda, tomando conta do show. Eu fiquei doido para tocar Brown Sugar, mas não tive cara de pau de pedir à banda.
Aliás, um dos momentos mais legais da noite, até emocionante, foi quando o Gastón, de cima do palco, me reconheceu. “André, de Brasil, de Stones Planet”, me disse ele entre uma nota e outra. Depois bati longo e animado papo com Gastón sobre os Stones. Fiquei surpreso por terem me reconhecido. Não apenas eles, mas outros uruguaios, que, honestamente, não sei quem são. Sinal que o blog tem alguns leitores pela América do Sul.

Matt, Andreea e eu. Papo cabeça

O que fica disso tudo é a grande festa, a imensa confraternização entre velhos e novos amigos, que não teriam outra forma de conviver, se não estivessem em tour com os Stones. Nesta terça tenho meu terceiro show da Olé Tour, meu 13º no geral.  Tenho certeza que será um excelente show, assim como será muito legal rever todos esses amigos novamente.

Cachorrada. Eu, Cristiano e Alex Carvalho
A Banda da noite

Abaixo, o Pablo invade o palco para tomar conta do show!

Comentários

comentários