Nós recebemos diariamente várias mensagens de fãs ansiosos pela indefinição sobre o futuro de Mick Jagger e dos Rolling Stones. A ausência de informações a respeito de novas datas para a No Filter Tour 2019 ou sobre o cancelamento definitivo da digressão têm angustiado especialmente aqueles que pretendem viajar para assistir a shows. No momento, o que se sabe é que Mick Jagger vem se recuperando bem de cirurgia cardíaca.

Mick Jagger em Paris

É completamente compreensível que os fãs estejam aflitos. Muitos fizeram planos e investiram pesado financeiramente na aventura de ir para estrada ver os Stones ao vivo. Para vários a oportunidade seria realização de sonho de vida.

O cenário infelizmente nos obriga a esperar pacientemente pela solução em torno da tour e do futuro dos Rolling Stones.

Ronnie tira onda de Mick

Mick Jagger está se recuperando bem da cirurgia. Ronnie Wood disse que conversou recentemente com o amigo, que mandou para ele vídeos dele tocando guitarra com Keith no Caribe. A dupla tirou uma onda de Jagger. O frontman tem sido visto em lugares públicos e a aparência dele é  muito boa.

Exigência sobre Mick Jagger

Ocorre que a exigência sobre Mick Jagger é que ele faça shows de mais de 2 horas correndo e pulando em cima de um palco gigantesco em estádio para dezenas de milhares de pessoas. Mesmo que Mick fosse mais jovem, tivesse bem menos de 75 anos, seria necessário um período de recuperação para que ele pudesse trabalhar em segurança.

Logo, além de todo complexo jogo logístico para alteração de planos de uma tour dos Rolling Stones, é preciso dar tempo a Mick, que voltará à rotina de shows quando for liberado pelos médicos.

Espera-se que isso ocorre num curto período, que Mick possa sair em tour ainda este ano, talvez a partir de julho. Também é necessário que toda a logística seja viável. Enquanto o senhor “Lábios de Borracha” se recupera, o staff dos Stones trabalha duro para deixar tudo pronto para quando Mick puder voltar ao trabalho.

Paciência

Infelizmente não temos um prazo certo. Tudo depende de fatores sobre os quais não há controle. Esse tipo de fatalidade pode acontecer sempre e não se tem como prever o problema. É necessário dar tempo para que tudo se resolva.


 

Comentários

comentários